Aprender inglês na infância: quais as vantagens e a importância

Inglês na Infância

É fato que não há uma idade ideal para começar a estudar um novo idioma e sempre é tempo de aprender. No entanto, estar em contato com a língua inglesa desde cedo é algo que apresenta vantagens significativas no desenvolvimento da criança. O tão sonhado desejo em se tornar fluente na língua mais importante do mundo pode começar trilhado desde de cedo, garantindo uma experiência enriquecedora para os mais novos.

Aqui, vamos te mostrar um pouco das vantagens em aprender inglês durante a infância e como esta jornada de aprendizados apresenta um mundo de possibilidades para quem está começando a vida. Quer saber como? Acompanhe a gente:

Para as crianças, aprender é natural

Enquanto seres humanos, nascemos com a capacidade inata da linguagem. Desde cedo, o processo de aprender a língua nativa acontece de forma muito natural e intuitiva.

Durante a infância, o cérebro está em plena fase de desenvolvimento, trabalhando com muita intensidade para absorver tudo aquilo que é novidade. Nesta etapa da vida até o início da pré-adolescência, as portas da aprendizagem estão funcionando com todo gás. Com tantos neurônios funcionando a pleno vapor e uma capacidade de armazenamento incrível que os pequenos possuem, fica ainda mais fácil assimilar uma nova língua.

Mas e o processo de alfabetização da língua nativa. Como fica?

Esta é uma das dúvidas mais frequentes entre pais que buscam incluir o inglês na vida dos filhos. Ao contrário do que muitos imaginam, aprender uma nova língua no processo de desenvolvimento da língua nativa não atrapalha na alfabetização da criança. Estudos desenvolvidos pela Academia Nacional de Ciência dos EUA mostraram que o mais ideal é que a criança possa aprender outra língua enquanto está aprendendo a sua língua nativa justamente pela sua capacidade de absorver com qualidade o conhecimento.

A infância é uma fase de explorar todas as novidades

Aprender inglês na infância: quais as vantagens e a importância 1

Com o cérebro funcionando em plena atividade e os sentidos aguçados, a cognição é um processo que se desenvolve durante boa parte desta fase da vida. Utilizando os estímulos corretos, aproveitar a fase da infância para aprender inglês possibilita um crescimento sólido.  Das vantagens, as habilidades como capacidade de interação, raciocínio e criatividade são desenvolvidas e, muitas vezes, auxiliam a criança a superar a timidez e sentir mais segurança nas atividades desempenhadas por ela.

Além disso, em um fase onde não há tantas preocupações, estudar inglês pode se tornar uma atividade que é feita não apenas pelas necessidades (como acontece na fase adulta), mas sim pelo prazer que é estar em contato com tudo aquilo que é novidade para as crianças. Desta forma, o aprendizado se torna mais leve e feliz. E como é bom aprender sorrindo, né?

Neste sentido, é muito importante ressaltar a importância de buscar métodos de ensino que estejam alinhados com o propósito de incluir o inglês na rotina das crianças com atividades lúdicas e estimulantes, despertando cada vez mais a vontade de aprender.

Começar cedo é um divisor de águas

Com o passar dos anos e de todas as revoluções que acontecem na nossa vida, a capacidade de fixar o aprendizado vai ficando menor. Um estudo desenvolvido pelas principais universidades de Boston, nos EUA, mostrou que é possível aprender a gramática de uma nova língua com eficiência até os 18 anos, no entanto, para se tornar fluente no idioma, o aprendizado deve começar até os 10 anos de idade para que haja um excelente aproveitamento.

Ainda de acordo com o estudo, que alcançou mais de 100 mil pessoas entrevistadas, após os 18 anos, a interferência da língua nativa fica mais evidente e fatores como o mercado de trabalho costumam ser uma barreira a mais para o pleno desenvolvimento nos estudos de um outro idioma.

Pensando a longo prazo, começar cedo poderá ser um diferencial e tanto, capaz de abrir um leque de oportunidades nas fases que sucedem a infância.

Aprender inglês na infância: quais as vantagens e a importância 2

Crianças bilíngues se tornam cidadãos globalizados

Estudar uma outra língua vai além de conhecer palavras e estar afiado na pronunciação delas. Acima de tudo, o contato com o inglês permite uma constante troca de aprendizado sobre o mundo e sua diversidade. Desde cedo, o intercâmbio com outras culturas fornece a criança uma enorme bagagem de conhecimento, além de um vasto repertório de conhecimentos que agregam valores para toda a vida.

O sonho de ganhar o mundo, ser independente e se tornar um cidadão global começa a ser construído com uma caminhada trilhada pelo aprendizado contínuo. Desde cedo, crianças mostram que podem gerar mudanças positivas no mundo. Se tornar bilíngue pode ajudá-la nesta jornada. Que tal pensar no futuro neste instante?

Com naturalidade, diversão e atividades que fogem à rotina tradicional das aulas, os pequenos conseguem aprender com facilidade o inglês. Aqui na Minds, respeitamos o desenvolvimento de todas as fases e processos na individualidade de cada criança. Buscamos sempre estar conectados e antenados nas necessidades para oferecer uma experiência de aprendizado transformadora.

Com aulas online e ao vivo, dispomos de um ensino tecnológico personalizado e cada vez mais ligados nas tendências, levando para crianças e adolescentes uma aprendizagem naturalizada, onde eles possam se sentir confortáveis e totalmente integrados no ambiente de estudos. Em tempos de distanciamento social, a tecnologia é uma forte aliada no aprendizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer mais informações sobre a Minds pelo whatsapp?​

Escolha um dos estados abaixo para ser redirecionado para a nossa equipe de atendimento no WhatsApp.