5 Dicas Imprescindíveis Para Perder o Medo de Falar Inglês Em Público

5 Dicas Imprescindíveis Para Perder o Medo de Falar Inglês Em Público 1

Presencialmente ou virtualmente, pessoas tímidas já enxergam a comunicação como um obstáculo a ser superado. E quando o inglês vem junto como um ingrediente a mais, aí a situação toma outra proporção.

Receio da crítica, da exposição e do julgamento alheio agregam ainda mais tensão nesse processo todo. O que para uns é algo simples, para outros é motivo de ansiedade. Daí vem os “brancos” e os erros se intensificam.

“Nós poderíamos ser muito melhores se não quiséssemos ser tão bons”, já dizia Freud. Por isso, apesar de tudo, seja positivo, não fique incutindo certas ideias na cabeça, se autocensurando ou se transformando na sua própria barreira.

Acima de tudo, confie no seu potencial de realização. Você também consegue!

Pode não ser tão fácil, a princípio, resolver a questão da timidez, mas é possível seguir essas 5 dicas, superar o medo e arrancar aplausos ao final da sua apresentação:

1. Desvencilhe-se da ideia de julgamento, gradativamente

Evite julgar a si próprio e se comparar com os outros. Cada pessoa é especial com suas diferenças, qualidades e fragilidades. Invista no seu autoconhecimento, fortaleça sua autoestima e busque ser sua melhor versão. Todos temos algo a melhorar. 

2. Erros fazem parte do processo de aprendizagem

Se falou algo errado, desconsidere e continue, o importante é falar. Se houver oportunidade de corrigir, faça com serenidade. Sua desenvoltura contará mais do que falar perfeitamente, principalmente no início. 

3. Treine sozinho conversando em inglês, falando em voz alta

Crie diálogos onde você fala com você mesmo e repita esse diálogo várias vezes, o quanto achar necessário. Não parece verdade, mas esse tipo de exercício faz muita diferença na sua performance.

4. Controle sua respiração

Você já tentou meditar? É uma prática extremamente acessível nos dias de hoje: 3, 5 ou 10 minutos, não importa o tempo. Inspirar e expirar, calmamente, relaxa e equilibra as emoções que estão presentes no corpo. Exercite de vez em quando.

5. Diminua a autocrítica

Seja menos perfeccionista e lembre-se: ninguém é perfeito. Mudanças radicais rápidas, nesses casos, não existem. Portanto, permita-se melhorar aos poucos e pare de se cobrar ainda mais. Você é capaz de se superar.

As falhas, por ventura, expõem a nossa fragilidade. Ser frágil é ser humano. Não existe perfeição. Para isso, há uma frase incrível do criador do Marketing da Diferenciação, Pedro Superti: “a imperfeição conecta” ainda mais as pessoas.

Somos muito maiores do que os nossos medos. Pense nisso.

Então, gostou das dicas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer mais informações sobre a Minds pelo whatsapp?​

Escolha um dos estados abaixo para ser redirecionado para a nossa equipe de atendimento no WhatsApp.